sábado, 20 de dezembro de 2008

Batel Soho

Achei a idéia de um grupo de comerciantes do Batel em se unir e fazer um movimento pró comércio de rua genial. Precisamos muito incentivar o comércio de rua em Curitiba, que pelo que conta a história, foi amplamente desincentivada durante os anos de Lerner na prefeitura.
Uma pena que escolheram um nome que na minha opinião é bem infeliz. Não sei qual o motivo da região passar a se chamar Batel Soho. Não teria como pesquisar algo mais interessante e da nossa cultura para prestigiar a região? Sinceramente, acho que o nome deveria ser revisto, por mais que já seja tarde.

Por outro lado passei pela praça da Espanha hoje a tarde e pude ver que a idéia é válida, apesar do nome, volto a frisar. Havia um show na praça de alguma banda que não consegui identificar, muitas crianças brincando e umas 100 pessoas paradas ali aproveitando um raro dia de sol em Curitiba. Tomei um sorvete, namorei no banco, andei pela feirinha de antiguidades etc... Foi legal, mas não vou me conformar com o nome.

2 comentários:

Giovanna disse...

Por falar em comércio de rua, vale a pena mencionar o royal street shopping, na augusto stresser.

Anônimo disse...

Olha, o teu nome "Harry" tb não tem nada haver, vamos combinar. As pessoas adoram se sentir mais importantes indo no Batel Soho do que fazer um passeio no Batel da Luz dos Pinhais, ou do Curumirim, sim, pq é isso que vc vai achar na história do Paraná.
As pessoas deviam curtir mais o pouco de laser e cultura q a cidade oferece e parar de se incomodar com bobagens.